(Super) Famílias: as primeiras e mais valiosas educadoras… de Afetos!

15 de maio de 2020, Dia Internacional da Família.

Da perceção comum de que as Famílias são um sistema ecológico onde cada um dos seus membros “cresce” e se desenvolve sob a sua influência, mas reconhecendo que estas enfrentam, simultaneamente, múltiplos e complexos desafios que condicionam o seu bem-estar (o cuidado, o emprego, a saúde, a educação…), a Assembleia Geral das Nações Unidas decretou, em 1993, que se assinalasse este dia como forma de sensibilização internacional para a melhoria das suas condições.

Desde então, e mais ainda nos dias de hoje, precisamos de compreender as Famílias, a sua evolução, o seu contexto e a sua funcionalidade, para que, enquanto sociedade, as possamos acolher e integrar como recurso inesgotável de potencial, em respeito pelas suas características e direitos essenciais.

Nós, enquanto agentes educativos, devemos compreendê-las para melhor as acompanhar no processo educativo dos seus elementos mais jovens, apoiando as suas forças, mas mais ainda as suas fragilidades. E este apoio, esta parceria, não estão traduzidos em manuais, mas sim acontecem através de relações de respeito, confiança e afeto.

Felizmente, a evolução social ditou, também, a evolução do conceito de Família, abandonando-se a ideia da família tradicional - mãe, pai, filhos – para um conceito mais abrangente de pessoas, unidas por laços de afeto, respeito e cuidado mútuo.

Famílias em contextos diversos, com formas de organização pessoais que melhor respondem às suas características. Famílias de todos os tamanhos; que vivem perto ou distantes fisicamente; de sangue ou escolhidas pelo coração. É a riqueza da diversidade, da aceitação, das relações.

Mais uma vez, importa-nos apenas que são Famílias, as “nossas” Famílias. Aquelas que são as primeiras e mais valiosas educadoras dos Afetos das nossas crianças e jovens! Aquelas que “nos” acolhem também como parceiros e que nos permitem colaborar nesta nobre missão que é Educar, no seu sentido mais global – cuidar e ensinar a aprender!

Famílias, aquelas às quais pertencemos, e que também nos permitem Ser e Estar e que, se mantêm o nosso “quentinho” por mais crescidos que sejamos.

Famílias, a nossa ou as “nossas” - as Famílias - que por vezes nos fazem chegar perto da loucura, mas sem as quais a nossa vida não seria Vida! Aquelas que, mesmo que às vezes não consigamos compreender no imediato, queremos ter sempre connosco, bem, e pertinho do coração.

Famílias, simplesmente o nosso mundo de Afetos!

Parabéns a todas as Famílias! Parabéns às Famílias Geniais e Traquinas!

Equipa Génios & Traquinas